Sábado
02 de Julho de 2022 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,31 5,31
EURO 5,53 5,53
LIBRA ES ... 6,40 6,40
PESO (ARG) 0,04 0,04
PESO (URU) 0,13 0,13

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
27ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Domingo - Campinas, SP

Máx
27ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Campinas, ...

Máx
25ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Terça-feira - Campinas, S...

Máx
25ºC
Min
13ºC
Predomínio de

INSTITUCIONAL: TRF1 dispensa obrigatoriedade do uso de máscara nas dependências de toda a JF1

 A partir desta quarta-feira, 18 de maio, o uso obrigatório de máscaras de proteção para acesso às dependências do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e das 14 seções judiciárias vinculadas está dispensado, passando a ser apenas uma recomendação. A decisão é do presidente do Tribunal, desembargador federal Amilcar Machado, que acatou a recomendação do Comitê Gestor de Crise do TRF1, considerando aspectos como o fato de que mais de 70% da população dos estados que integram a Justiça Federal da 1ª Região já se encontram com esquema de imunização completo. A medida consta na Resolução Presi 19/2022, publicada em 17 de maio. A norma altera a Resolução Presi 35/2021, a qual consolida as medidas de prevenção e redução dos riscos de disseminação do contágio pelo coronavírus implementadas na Justiça Federal da 1ª Região e estabelece a etapa de retorno presencial integral. A necessidade de garantir o mais amplo acesso possível às partes, aos procuradores e advogados, mesmo com os elevados índices de produtividade alcançados com a implementação do trabalho remoto, também foi um fator considerado para publicação da resolução. Apesar de liberado nas dependências do tribunal, o uso da máscara permanece obrigatório nas instalações do serviço médico em funcionamento na 1ª Região. A norma também aconselha o encaminhamento ao serviço médico das pessoas que apresentem visíveis sintomas de gripe ou de complicações respiratórias, para avaliação. A publicação traz, ainda, a etapa de retorno presencial integral dos serviços presenciais que poderá atingir o percentual de 100% do quantitativo total de pessoal de cada órgão, considerados servidores, prestadores de serviços e estagiários em data ainda a ser definida pela Administração. AP/IM Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região
18/05/2022 (00:00)
Visitas no site:  5336812
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia