Terça-feira
20 de Abril de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,57 5,58
EURO 6,70 6,71
LIBRA ES ... 7,79 7,79
PESO (ARG) 0,06 0,06
PESO (URU) 0,13 0,13

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
24ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
24ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campinas, SP

Máx
25ºC
Min
16ºC
Nublado

Sexta-feira - Campinas, SP

Máx
25ºC
Min
14ºC
Predomínio de

INSTITUCIONAL: Presidente do TRF1 se reúne com diretores de Foro e Comitê de Crise do Tribunal para avaliar situação da pandemia nas localidades da 1ª Região

Nessa quarta-feira, dia 24 de fevereiro, o presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), desembargador federal I’talo Fioravanti Sabo Mendes, reuniu-se, por videoconferência, com os diretores de foro (direfs) das seccionais da 1ª Região e com o Comitê Gestor da Crise do Tribunal. Juntos, reavaliaram a situação da pandemia da Covid-19 nos estados que compõem a 1ª Região e a possibilidade de avanço em mais uma fase da etapa preliminar de retorno ao trabalho presencial. Após iniciar a reunião, o presidente do Tribunal passou a palavra ao presidente do Comitê, desembargador federal Marcos Augusto de Sousa, que destacou a proximidade do vencimento da Resolução Presi 1/2021. A norma amplia até o dia 28 de fevereiro de 2021 o prazo final da etapa preliminar de restabelecimento das atividades presenciais, motivo pelo qual “esta reavaliação é a forma mais segura e mais prudente de propor um novo ato para a 1ª Região”, afirmou Marcos Augusto de Sousa. De acordo com o magistrado (que já havia se reunido com o Comitê Gestor de Crise no dia anterior, 23 de fevereiro, para adiantar a discussão sobre as possibilidades de avanço em mais uma fase no retorno ao trabalho presencial), "a ideia seria propor um ato que tenha validade somente até o final do mês de março, exatamente pela dinâmica da pandemia, que precisa ser avaliada com uma periodicidade maior", afirmou, referindo-se à nova Portaria que será expedida. O desembargador Marcos Augusto lembrou ainda que o avanço da digitalização dos autos físicos nas seccionais tem ajudado bastante o trabalho remoto nas unidades do Tribunal. Os direfs puderam discorrer sobre a situação dos estados sob a jurisdição da Justiça Federal da 1ª Região – houve agravamento da pandemia na maioria das localidades, algumas com bloqueios parciais ou totais (lockdown) em decorrência do aumento do número de contaminados, de ocupação de leitos e de óbitos por Covid-19, a exemplo dos estados do Pará e Minas Gerais. Fase preliminar e plantão – Nesse contexto, os direfs se manifestaram para que o trabalho presencial se mantenha em sua fase preliminar, com a presença de 25% do quadro funcional nas unidades em algumas seccionais, e, em outras, se mantenha com regime de plantão extraordinário. Ao fim do encontro, o presidente do Comitê afirmou que as informações trazidas pelos diretores de foro são de extrema importância e que as suas ponderações serão levadas em conta no desenvolvimento de uma nova portaria para o mês de março. “Com a chegada da vacina, temos uma nova perspectiva, mas sabemos que seus efeitos ainda demorarão a surgir”, afirmou o desembargador Marcos Augusto. Segundo ele, mesmo com a publicação de um novo ato, caso haja qualquer necessidade de mudança nas seções ou subseções judiciárias durante esse período, devem ser trazidas ao TRF1 para avaliação. O Presidente o TRF1 encerrou a reunião agradecendo ao desembargador Marcos Augusto de Sousa e aos direfs pelo empenho e dedicação em manter a prestação jurisdicional da Justiça Federal ativa e afirmou que novas reuniões podem ser feitas a fim de atender as necessidades que venham a aparecer. RF Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
25/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  3738481
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia