Segunda-feira
21 de Setembro de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,29 5,29
EURO 6,27 6,27
LIBRA ES ... 6,85 6,85
PESO (ARG) 0,07 0,07
PESO (URU) 0,12 0,12

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
22ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Terça-feira - Campinas, SP

Máx
18ºC
Min
15ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campinas, SP

Máx
30ºC
Min
15ºC
Predomínio de

INSTITUCIONAL: CJF disponibiliza resultado da pesquisa pública da JF para a revisão da estratégia (2021-2026)

A Secretaria de Estratégia e Governança do Conselho da Justiça Federal (SEG/CJF) pulgou os resultados da pesquisa pública promovida pela Justiça Federal nos meses de junho e julho de 2020. A consulta pública teve como objetivo coletar insumos para a revisão da estratégia para o novo ciclo 2021-2026 do Planejamento Estratégico da Justiça Federal, conforme preconiza a Resolução CNJ n. 221/2016. Participaram da pesquisa 12.582 pessoas, entre magistrados, advogados, servidores e jurisdicionados. De acordo com o relatório final, 56,9% dos que responderam à consulta concordam que a Justiça Federal tem garantido à sociedade uma prestação jurisdicional acessível, rápida e efetiva, enquanto 67,8% consideram que a Justiça Federal tem cumprido seu papel com transparência. Todos os macrodesafios do Poder Judiciário foram priorizados por, pelo menos, 70% dos respondentes, conforme se verifica abaixo: • Garantia dos direitos fundamentais – 80%; • Enfrentamento à corrupção, à improbidade administrativa e aos ilícitos eleitorais – 78%; • Fortalecimento da estratégia nacional de TIC e de proteção de dados – 76%; • Fortalecimento da relação institucional do Judiciário com a sociedade – 73%; • Aperfeiçoamento da gestão da justiça criminal – 73%; • Aperfeiçoamento da gestão orçamentária e financeira – 72%; • Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária – 72%; • Consolidação do sistema de precedentes obrigatórios – 71%; • Aperfeiçoamento da gestão de pessoas – 71%; • Agilidade e produtividade na prestação jurisdicional – 71%; • Prevenção de litígios e adoção de soluções consensuais para os conflitos – 70% e • Promoção da sustentabilidade – 70% Também foram sugeridos outros temas, como os relacionados aos benefícios previdenciários e à saúde. Segundo a SEG, os resultados demonstram que o desafio de aperfeiçoar a gestão administrativa e melhorar a prestação jurisdicional permanece, o que demanda a elaboração de um planejamento estratégico inovador e audacioso, a fim de tornar a Justiça Federal célere e efetiva. Consulta – Em abril de 2020, o Conselho da Justiça Federal e os Tribunais Regionais Federais, representados por seus gestores de metas e responsáveis pelas áreas de gestão estratégica, iniciaram a revisão da estratégia da Justiça Federal para o próximo ciclo 2021-2026. Conforme preconizado pela Resolução CNJ n. 221/2016, que institui princípios de gestão participativa e democrática na elaboração das metas nacionais do Poder Judiciário, foi realizada pesquisa pública por meio da qual 12.582 respondentes, entre magistrados, advogados, servidores e jurisdicionados, puderam opinar sobre processo de revisão da estratégia. Mais informações sobre a pesquisa pública estão disponíveis no Observatório da Estratégica da Justiça Federal. Clique aqui para acessar o banner da pesquisa. Fonte: CJF. Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região
16/09/2020 (00:00)
Visitas no site:  3091014
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia