Terça-feira
20 de Abril de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,57 5,58
EURO 6,70 6,71
LIBRA ES ... 7,79 7,79
PESO (ARG) 0,06 0,06
PESO (URU) 0,13 0,13

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
24ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
24ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campinas, SP

Máx
25ºC
Min
16ºC
Nublado

Sexta-feira - Campinas, SP

Máx
25ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Everaldo de Melo Colombi se despede da Corte paulista após 43 anos de carreira

Desembargador foi homenageado pelos colegas.   O desembargador Everaldo de Melo Colombi participou, na manhã de hoje (24), de forma virtual, de sua última sessão de julgamento antes da aposentadoria. “Sempre levei a Magistratura de forma leve e constante. Depois de 43 anos de judicatura, saio com a mesma alegria que entrei”, afirmou o integrante da 14ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. “Um dia temos que partir das nossas atividades e hoje deixo a todos minha saudade antecipada e meu agradecimento perene”, falou aos colegas. À equipe do gabinete, Melo Colombi disse que teve a honra de compartilhar anos de trabalho com integrantes muito qualificados. “A energia que cultivamos foi sempre a melhor possível. Levarei todos no meu coração.” O presidente da 14ª Câmara de Direito Privado, desembargador Carlos Henrique Abrão, lembrou de um longo período de aprendizado e convívio com o colega, ressaltando sua sensibilidade humana e a quem atribuiu “um legado perene e constante”. “Quando vim para esta Câmara, há oito anos, me animei pela presença do Everaldo, que transborda positividade, alegria e fé”, elencou. “Vossa Excelência deixa a cadeira vazia de processos, mas cheia de lições de vida”, assegurou. Segundo o desembargador Sebastião Thiago de Siqueira, Everaldo de Melo Colombi foi um mestre. “Votos sempre brilhantes; exemplo de profissional e pessoa na vida particular”, pontuou. “Obrigada pelo brilhantismo e pelo modelo de juiz que foi e continuará sendo a todos nós.” Para o juiz substituto em 2º grau Régis Rodrigues Bonvicino foi uma honra ter conhecido Melo Colombi – “melhor juiz com quem já trabalhei” – e citou como marcas humildade, educação e cultura. “Ele não é meramente técnico, é um homem sensível ao proferir suas decisões. Fica aqui todo meu afeto, carinho e respeito.” De acordo com o juiz substituto em 2º grau Lavínio Donizetti Paschoalão, “a Magistratura perde um homem de bagagem”. “Quem tem a ganhar é a Academia, com sua dedicação exclusiva a partir de agora”, declarou, em referência à atuação do desembargador como professor universitário. O também juiz substituto em 2º grau Jairo Brazil Fontes Oliveira desejou felicidade e sucesso ao homenageado. “Aproveite essa nova e merecida fase da vida, após se dedicar integralmente à Justiça, local onde conquistou respeito e admiração de todos.” Advogados e integrantes do gabinete e o Ministério Público de São Paulo também se juntaram aos que aos que o homenageavam. Representando sua instituição, a procuradora de Justiça Elaine Maria Barreira Garcia parabenizou o desembargador pela carreira, urbanidade e brilhantismo nos votos, desejando “sucesso, felicidade e realizações na próxima etapa de vida”.     Grandes amigos – Os desembargadores Urbano Ruiz, Virgílio de Oliveira Júnior e Ligia Cristina de Araújo Bisogni, que gostariam de abraçá-lo presencialmente, e impossibilitados de estarem na sessão virtual, enviaram mensagens que foram lidas. Algumas das palavras de Ligia Araújo Bisogni resumem os desejos de que “essa nova trajetória seja iluminada, como o foi sua vida na Magistratura paulista e, especialmente pelos 15 anos que trabalhamos na Colenda 14ª Câmara de Direito Privado, desde os idos de 2005, quando a composição marcada pela presença dos desembargadores que formavam o colegiado, em destaque, Sebastião Thiago de Siqueira, Virgílio de Oliveira Júnior e o saudoso Pedro Ablas”, relembrou. “Nossa harmonia sempre visível e destacada por todos e todas que por lá passaram, sempre realçada pela presença do nosso decano, Melo Colombi, jamais será relegada ao esquecimento; afinal, motivo de orgulho e referência para todos nós. A amizade brotou e suas raízes foram profundas e tenho certeza que continuará, como uma árvore singela, numa imensidão de tantas outras, a nos acolher na sombra de suas ideias e continuará a produzir os melhores frutos. Hoje, não fosse esse período de pandemia, a saudação para reverenciar o nosso colega Melo Colombi seria feita em pé, pois assim que ele merece ser reverenciado, afinal o Desembargador MELO COLOMBI continuará servindo-nos de modelo. Que o novo tempo venha! Abraço Fraternal!’’     Trajetória – Everaldo de Melo Colombi nasceu na cidade de Santos, em 1951. Graduou-se pela Faculdade Católica de Direito de Santos, turma de 1973. Atuou como advogado antes de ingressar na Magistratura, em 1978, quando foi nomeado juiz substituto para a 50ª Circunscrição Judiciária, com sede em São Vicente. Também atuou nas comarcas de Mirandópolis, Suzano, Santos e Santo André. Foi promovido para a 1ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional de Santo Amaro em 1985 e removido ao cargo de juiz substituto em 2º grau da Comarca de São Paulo em 1991. Três anos depois, foi promovido pelo critério de merecimento a juiz do 1º Tribunal de Alçada Civil do Estado de São Paulo. Tomou posse como desembargador em 2005.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:    www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial  
24/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  3738273
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia