Domingo
23 de Janeiro de 2022 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,44 5,44
EURO 6,17 6,17
LIBRA ES ... 7,37 7,38
PESO (ARG) 0,05 0,05
PESO (URU) 0,12 0,12

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
31ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Campinas, ...

Máx
30ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Terça-feira - Campinas, S...

Máx
33ºC
Min
21ºC
Nublado

Quarta-feira - Campinas, S...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Chuva

26/11/2021 - 14h23Santa Luzia capacita profissionais da ApacObjetivo é qualificá-los para lidar com dependentes de drogas e álcool

Em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Santa Luzia promoveu uma capacitação para os monitores do programa “Caminhos do cuidado: em busca da sobriedade”. O evento, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, contou com o apoio da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernades (Ejef) e do Programa Novos Rumos do TJMG.   Juízes auxiliares da Corregedoria de Justiça abriram o evento (Crédito: Divulgação/TJMG) Estiveram presentes na solenidade de abertura os juízes auxiliares da Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ) Aldina de Carvalho Soares e Adriano Zocche, que representaram o corregedor-geral de Justiça, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo, e Valdeci Ferreira, da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), responsável pela aplicação do método Apac. Participaram do curso encarregados administrativos, facilitadores coordenadores e voluntários indicados pelo Programa Novos Rumos por meio da FBAC para atuarem no Centro de Reintegração Social da Apac de Santa Luzia. O objetivo da capacitação é formar pessoas para implementar o programa “Caminhos do cuidado: em busca da sobriedade”, voltado a recuperandos e recuperandas que sofrem com o problema da dependência química e do álcool. Entre os temas do conteúdo programático, os alunos puderam aprender e debater sobre o que é viver bem, o que é sobriedade, porque viver sóbrio e como alcançar a sobriedade. Magistrados do TJMG e representantes da FBAC estão otimistas com os resultados futuros para diminuir o índice de reincidência no crime (Crédito: Divulgação/TJMG) Graduado em Psicologia pela PUC Minas, o professor da capacitação, Marcelo Gomes Moutinho, é atuante nas unidades da Apac há 23 anos. Ele foi coordenador de equipe da Pastoral Carcerária da penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem/MG, de 2000 a 2002; nos últimos sete anos foi gerente administrativo e de metodologia da filial da FBAC no Maranhão e atualmente compõe a equipe do programa “Caminhos do cuidado: em busca da sobriedade”. Marcelo Moutinho atuou como representante da FBAC no Seminário sobre Justiça Restaurativa no Congresso da ONU em 2010 e na Convocatória Mundial da Prison Fellowship International (Associação Prisional Internacional, em tradução literal), no Canadá em 2011; foi assessor de implantação da unidade da Apac feminina, em Medellín na Colômbia, em 2012; e instrutor da metodologia Apac, na unidade da Apac feminina, em Santiago no Chile, em 2020. Foram dois dias inteiros de curso para a formação dos orientadores (Crédito : Divulgação/TJMG) “Após constatar que a principal causa de reincidência dos egressos das unidades da Apac era a volta para o crime daquelas pessoas envolvidas com o uso de drogas e bebidas, a FBAC elaborou esse curso para orientadores. Com o apoio do Tribunal, foi realizada a capacitação na Apac de Santa Luzia, que vem se destacando pela lisura no seu cuidado com os reeducandos”, disse a juíza Aldina Soares. Ela entende que, “para os dependentes químicos, permanecer sem o vício é um desafio porque o caminho das drogas e da bebida é mais fácil para quem já passou pela desesperança, por isso é preciso fortalecer o espírito e a crença na capacidade do ser humano de superar os obstáculos para vencer os vícios”.  Material e tema do curso tratam da espiritualidade (Crédito : Divulgação/TJMG) Veja matéria publicada na página da FBAC com depoimentos de recuperandos que já participaram do programa e conseguiram superar o uso de álcool e droga. Valdeci Ferreira, diretor-executivo da FBAC, falou para os futuros orientadores (Crédito: Divulgação/TJMG) Diretoria de Comunicação Institucional – Dircom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br instagram.com/TJMGoficial/ facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial  
26/11/2021 (00:00)
Visitas no site:  4737004
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia