Segunda-feira
21 de Setembro de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,29 5,29
EURO 6,27 6,27
LIBRA ES ... 6,85 6,85
PESO (ARG) 0,07 0,07
PESO (URU) 0,12 0,12

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
22ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Terça-feira - Campinas, SP

Máx
18ºC
Min
15ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campinas, SP

Máx
30ºC
Min
15ºC
Predomínio de

15/09/2020 - 15h10Capelinha inaugura dez leitos de UTIVerba de penas pecuniárias ajudou a garantir atendimento de pacientes de covid-19

  Verbas pecuniárias foram usadas na compra de equipamentos de UTI para hospital de Capelinha, em iniciativa que contou com vários parceiros públicos e privados Em uma ação conjunta com a Comarca de Capelinha, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) viabilizou o aparelhamento de uma nova unidade de tratamento intensivo (UTI) para o enfrentamento da pandemia de covid-19 na região do Vale do Jequitinhonha. A iniciativa também contou com a participação do município, do Ministério Público, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), entre outras entidades públicas e privadas. Foram disponibilizados R$ 180 mil, provenientes de prestações pecuniárias, para a compra de novos aparelhos, entre eles 12 bombas de infusão, 4 monitores multiparâmetro e 1 analisador de gasometria. A destinação desses valores para financiamento de projetos nas comarcas é regulamentada pelo Provimento Conjunto 27/2013 da Corregedoria-Geral de Justiça do TJMG. A juíza Camila Gonçalves de Souza Vilela, da Vara de Execuções Penais de Capelinha, destaca que, com a aprovação desse projeto, foi possível aparelhar 10 novos leitos de UTI para o atendimento de pacientes infectados pelo novo coronavírus na região. Vazio assistencial Os novos leitos da ala de covid-19 do hospital estão habilitados por 90 dias. Em nota, a Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo, da cidade de Capelinha, afirmou que já está trabalhando para que eles permaneçam e possam atender outros quadros clínicos após a pandemia. O projeto deve reduzir o vazio assistencial na região, que até então contava com apenas dois leitos de UTI. A juíza Camila Gonçalves comemorou a iniciativa. “Agradecemos a todos que contribuíram e se empenharam para que tudo desse certo. Continuemos unidos para que essa UTI seja definitiva em nosso hospital e atenda a demanda da nossa população.” Além do Poder Judiciário, participaram da iniciativa a empresa Café Três Corações, entidades, empresários, produtores rurais e toda a comunidade capelinhense, por meio da colaboração e de várias doações.  
15/09/2020 (00:00)
Visitas no site:  3091259
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia