Quinta-feira
21 de Janeiro de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,30 5,30
EURO 6,42 6,42
LIBRA ES ... 7,23 7,23
PESO (ARG) 0,06 0,06
PESO (URU) 0,13 0,13

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
30ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Sábado - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
18ºC
Nublado

Domingo - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
19ºC
Chuvas Isoladas

04/12/2020 - 18h02TJMG fecha XV Semana Nacional da Conciliação com êxitoMais de 23 mil pessoas foram atendidas durante o período

  O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira, presidiu a solenidade de encerramento da Semana da Conciliação   O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) realizou, nesta sexta-feira, (04/12), solenidade de encerramento da XV Semana Nacional da Conciliação. Balanço parcial aponta a realização de 10.567 audiências em todo o estado, com 3.517 acordos homologados, um percentual de 33,28% na resolução de conflitos. Durante o esforço concentrado, 23.082 pessoas foram atendidas nas 297 comarcas mineiras participantes, com 1.029 magistrados, 71 juízes leigos, 2.214 conciliadores e 1.074 colaboradores envolvidos. O 3ª vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira Carvalho, destacou que, apesar das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, houve êxito no percentual de acordos homologados. “Apesar do momento em que vivemos de distanciamento social, o percentual de acordos homologados, durante o período, foi satisfatório, atingindo quase 35%”, enfatizou o desembargador. Para Newton Teixeira de Carvalho, esse índice foi alcançado devido à instalação dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania Virtuais (Cejuscs), que possibilitaram a realização das audiências de forma remota. “O mais importante nesta XV Semana Nacional da Conciliação foi promover a cultura da conciliação em todo o estado, uma vez que a judicialização dos conflitos é caro e demorado. Importante também as partes se sentirem coautoras do processo, construírem as próprias sentenças. É possível nós despirmos dessa arma que é o processo velho”, concluiu o 3ª vice-presidente. 2ª instância O coordenador do Cejusc de 2º Grau, desembargador Ronaldo Claret, disse que é fundamental que a cultura da conciliação e auto composição seja difundida também na 2ª instância. “Às vezes as partes não tiveram a oportunidade de conciliar efetivamente na 1ª instância e precisamos criar oportunidades. Essa mentalidade de buscar a solução consensual é a melhor forma de resolução de conflitos, porque a decisão judicial é impositiva, ao passo que na conciliação, as pessoas envolvidas negociam a melhor solução”, sintetizou o magistrado. Ronaldo Claret afirmou que as pessoas e empresas demonstram interesse em resolver os conflitos de forma consensual, “uma vez que o processo judicial é muito lento e a conciliação permite a resolução rápida da questão e a participação ativa das partes”. Encontro Durante o encerramento da XV Semana Nacional da Conciliação foi realizado um encontro virtual que reuniu magistrados do TJMG e juízes envolvidos com setor de conciliação. A advogada e pesquisadora Nauraína Rocha Martins, instrutora de mediação judicial pelo CNJ e mediadora judicial pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), proferiu palestra com o tema: “Justiça restaurativa: relações sociais, persidade, conflitos na compreensão dos enfrentamentos de uma política pública nacional no âmbito das diferenças estaduais”. O objetivo foi informar como as formas consensuais de solução de conflitos (mediação, conciliação e justiça restaurativa) vêm ocupando espaço nos tribunais do país. A palestra também destacou a importância da iniciativa para a democracia e para a pacificação social. Além dos magistrados Newton Teixeira Carvalho e Ronaldo Claret, participaram do encontro a desembargadora Hilda Teixeira da Costa, a juíza Riza Aparecida Nery e assessores da 3ª vice-presidência do TJMG.      
04/12/2020 (00:00)
Visitas no site:  3468596
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia